Nadadora do Naval vai tentar travessia entre o Porto Santo e a Madeira

Associação de Natação da Madeira

Event Info

Jornalista: LUÍS ROCHA
Data: 02 SET 2019 / 07:33 H.
Fonte: Funchal Notícias
A nadadora Mayra Santos propõe-se realizar a travessia a nado entre o Porto Santo e a Madeira. Com 40 anos de idade, nascida no Brasil (Minas Gerais) mas com nacionalidade portuguesa e apaixonada pelo mar, Mayra Santos reside na Madeira, tem dois filhos e, nadar com golfinhos e baleias sempre foi o seu sonho de menina, refere uma nota do seu clube, o Naval do Funchal.

A mãe, fã de desporto olímpico, sempre a incentivou a praticar actividade física, mas a sua modalidade de eleição sempre foi a natação, cuja prática iniciou aos 8 anos, refere o comunicado. Em 2015 recomeçou a sua paixão com nado livre na piscina do Naval. Nessa altura, a proximidade ao local de trabalho permita-lhe treinar antes da jornada laboral e foi assim que tudo começou. Depois de uma prova de 1500 metros ao largo da Quinta Calaça, disse: “Quero fazer uma travessia grande e sozinha”. Desde então, a aprendizagem com grandes nomes da natação como Elmano Freitas, Paulo Camacho, Ivan Abreu e o seu actual treinador, Mário Bonança, encaminharam o desejo da atleta master do Naval realizar esta quarta-feira, dia 4 de setembro, uma travessia a nado desde o ilhéu da Cal, na ilha do Porto Santo até à Ponta de São Lourenço. Sem fato neoprene (fatos próprios para longas travessias em águas abertas) e sem paragens, Mayra Santos tem pela frente 42 km que se iniciam ao primeiro alvor do dia, por volta das 06h45, refere o CNF.

Quando questionada sobre algum tipo de ritual ou superstição a por em prática antes da prova, a consultora imobiliária de profissão, responde que encontra em Deus e nos filhos a sua inspiração, para além da sua mãe. Uma playlist recheada de diferentes ritmos como Madonna, Ivete Sangalo, Imagine Dragons e algumas frases inspiradoras pelo meio, completam o seu “kit de motivação”. No último ano tem treinado todos os dias, em mar ou em piscina, fazendo uma média de 40 km por semana. Num dos seus treinos, chegou a nadar 19 km na piscina de 25 metros do Naval, um recorde para esta piscina. A tentar saber se algum receio a perturba para este desafio, a nadadora refere que “… tem tudo para dar certo! Se por algum motivo não der, é porque não era para acontecer (desta vez) mas, não vou desistir e vai dar tudo certo!”, promete.

Últimas Notícias